Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

SENAC Moda Informação - Inverno 2016

A 46ª edição do SENAC MODA INFORMAÇÃO, acontece no dia 25 de Agosto em São Paulo. O evento apresentará as tendências de moda para o Inverno 2016, adaptadas à realidade do mercado nacional. 

Com formato reestruturado, o evento foi modificado para se adequar agenda dos participantes, sem prejuízo ao conteúdo e ao tempo das palestras, e será realizado no Teatro Bradesco.



O Evento
O Senac Moda Informação é um evento dinâmico que confirma as tendências de moda para as próximas estações. Realizado em duas edições – uma voltada ao inverno e outra para o verão – a iniciativa reúne, organiza e apresenta os resultados de pesquisas internacionais, adaptadas à realidade do mercado brasileiro.
Direcionada a varejistas, estilistas, designers, compradores e profissionais de marketing, a atividade oferece uma programação intensa, organizada por blocos de palestras.
Especialistas de diferentes nichos apresentam as propostas da estação para o mercado, orientando os segmentos feminino, masculino, infantil, j…

Conferência SENAI Mix Design Outono-Inverno 2016

O SENAI-SP promove no dia 1º de Julho, na Escola SENAI “Francisco Matarazzo”, a Conferência SENAI Mix Design. O evento será composto por palestras de tendências para a cadeia da moda, incluindo as áreas de vestuário, calçados, bolsas, joias folheadas, bijuterias, e o lançamento do caderno Direções Criativas para Outono-Inverno 2016.

O valor da taxa de inscrição é R$ 195 e inclui a aquisição do caderno SENAI Mix Design Direções Criativas além das informações setoriais lançadas em formato digital voltadas, especificamente para esses setores.
No dia 02 de Julho será realizada a Oficina Criativa SENAI Mix Design na qual o conteúdo apresentado no caderno Direções Criativas - Outono-Inverno 2016 será aplicado em atividades do setor de vestuário. A taxa para participação dos dois dias de evento (Conferência e Oficina) é de R$ 245. As inscrições devem ser realizadas site do evento. 
O evento ainda contará com programações nas unidades de Americana (06 e 07 de Julho), Limeira (07 e 08 de Julho), …

Publicada Norma de Segurança de Roupas Infantis

Foi publicada a Norma ABNT NBR 16365/2015, referente à Segurança de Roupas Infantis e que foi elaborada por uma comissão de estudos do Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário (ABNT/CB-17), formado pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), pela Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), pela ONG Criança Segura, dentre outras entidades que representam o setor.

A Norma de Segurança de Roupas Infantis foi criada com o objetivo de promover a segurança das crianças, além de prevenir os acidentes e orientar a indústria de vestuário infantil para os critérios de fabricação, minimizando o risco de acidentes devido ao uso de cordões, cintos e aviamentos da roupa infantil, levando em consideração a idade e as atividades cotidianas das crianças.
“Existem diversas ocorrências com as crianças, tais como botões que se soltam e são engolido…

Governo Federal aumenta impostos sobre folha de pagamento

Medida faz parte da política de ajustes fiscais da atual equipe econômica.
O governo publicou nesta sexta-feira (27) a Medida Provisória 669 que eleva as alíquotas de contribuição para a Previdência das empresas, reduzindo a desoneração da folha de pagamento.
A mudança vai atingir 56 setores produtivos, alguns contemplados com o benefício desde 2011 e outros desde o ano passado, quando o governo decidiu tornar permanente a medida. O objetivo era reduzir os gastos com a mão de obra, estimular o mercado de trabalho e, consequentemente, a economia, substituindo o imposto de 20% sobre o salário por uma alíquota cobrada do faturamento das empresas, que variava de 1% a 2%, dependendo da empresa. A partir de junho deste ano, as empresas que tinham alíquota de 1% de contribuição previdenciária sobre a receita bruta terão de contribuir com 2,5%, enquanto as que tinham alíquota de 2%, terão de arcar com 4,5%, de acordo com a MP publicada noDiário Oficial da União.
A alíquota de 4,5% é voltada para …